A garagem é minha!

Duas vagas na garagem. Apenas um carro. A garagem número dois está pintando. Ok. Guardarei na garagem de número um, apesar de o número de manobras ser muito maior. "A sua garagem de número um está ocupada", fala o porteiro. "Como assim?", pergunto sem entender nada. "O síndico que colocou o carro do doutor Paulo lá. É que o doutor Paulo está viajando e o síndico guardou na sua vaga enquanto você trabalhava porque ele não achava que a pintura não ficaria pronta hoje." "Ah, entendi. Pede para o síndico tirar o carro de lá então." "O síndico não está e eu não vou dirigir aquele carro não. Mas, você pode guardar o carro no shopping e passar a noite lá e depois manda a conta para o condomínio." "Eu quero parar na minha garagem. Eu já pago condomínio suficiente para isso." "Desculpa, mas agora não vai dar." "Puta síndico folgado!"
Fui vencida. Segui para o shopping para guardar o carro. Tá bom, eu sei que o shopping é na esquina de casa, mas foi difícil de achar vaga e só consegui no subsolo número três. Frequentadores de shoppings sabem muito bem o que significa estacionar no terceiro subsolo. É um saco até conseguir chegar no térreo e só eu sei quantos minutos demora para chegar o elevador na porra do terceiro subsolo.
Na hora de travar o carro, pimba! O vidro não sobe. Quebrou. Pronto. Arrumei mais uma desculpa para estacionar na MINHA garagem. O síndico não chegava nunca. Devia estar tranquilo passeando por aí sabendo que a sua garagem estaria bem reservada quando chegasse. Afinal, ele é o síndico e quem se atreveria a colocar o carro na vaga do sín-di-co? Pedi o celular do bendito para o porteiro e, ao invés de me passar o número, o porteiro achou melhor eu colocar o carro numa outra vaga que estava vazia porque o dono dela estava viajando. "E se ele chegar de madrugada?" "Ah, não vai chegar não. Tenho certeza." "Tá bom. Se ele chegar a gente interfona para o síndico de madrugada."
Ele não chegou. Mas eu ainda não desisti de falar para o síndico que na minha vaga mando eu. Baixinho folgado.

1 comentários:

Lívia Komar 13 de julho de 2010 12:02  

Meu, que ABSURDO! Não sei quem é pior, o síndico ou o porteiro puxa-saco...hahahaha!
Bjinhos e boa terça.

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista. Ardida. Gosta de livros, música, Mafalda, São Jorge, sorvete, corrida e bicicleta. Canta sozinha na rua e conta helicópteros no céu.

Nosso Cortiço

Um blog para compartilhar aquilo que nem sempre há pessoas para compartilhar.

Outros cortiços

Quem perde tempo comigo