Bla bla bla

A mídia virou inimiga das instituições públicas, diz Sarney. Não entendi, cara-pálida, e antes não era? Desde quando a mídia existe para passar a mão na cabeça dos nobres representantes do nosso País, que com o dinheiro público, mandam e desmandam, compram e vendem e ainda por cima tiram um sarro da nossa cara? A imprensa, sim, deve ressaltar o que há de bom, mas nos últimos tempos está difícil destacar uma mísera ação positiva. Supondo que eles não roubassem, não aprontassem das suas peripécias, já seria difícil destacar algo. Mas o que o Sarney sabe, mas é mais fácil fingir que não sabe, é que a imprensa existe para cobrar, para criticar, para mostrar o que ainda falta ser feito e sendo dinheiro público, então, nem se fala.

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista. Ardida. Gosta de livros, música, Mafalda, São Jorge, sorvete, corrida e bicicleta. Canta sozinha na rua e conta helicópteros no céu.

Nosso Cortiço

Um blog para compartilhar aquilo que nem sempre há pessoas para compartilhar.

Outros cortiços

Quem perde tempo comigo