Zoe, uma nova hamburgueria

Como não gosto de ser portadora apenas de más notícias, vou anunciar uma hamburgueria nova em Ribeirão Preto, a Zoe. Descubri o lugar quando decidi passar pela última vez na frente do Chicken in só para ter certeza de que tinha mesmo fechado para sempre e não temporariamente. Ainda tinha a ilusão que ele podia estar em reformas ou em fechamento por luto. Já tem lá uma nova placa e o frango cedeu lugar à Cabana Verde, que ainda está em obras.

No caminho, passei em frente a Zoe, que ainda não tinha sido inaugurada, mas já estava com jeitão de estar tudo pronto. Decidi voltar lá ontem. O lugar tem uns lanches diferentes, como com carne seca e salsicha ou frango com hambúrguer, mas também tem os tradicionais sandubas. O preço é bem camarada e dá para escolher qual o tipo de carne - tem picanha, churrasco, lombo, hambúrguer normal, de frango e aquela super picanha premium, mais conhecida como hamburgão. Para os vegetarianos, várias opções com hambúrguer de soja.

O lanche foi servido rapidamente. Mas, como em todo lugar nessa bendita cidade, o que deixa a desejar é o serviço, nesse caso, o do garçom, que é Zé. Totalmente Zé. Pedimos uma Heineken e ele disse que não trabalhava com essa marca. Dissemos que estava no cardápido. E tinha Heineken. Pedimos uma batata individual e ele disse que essa opção só acompanhava os pratos executivos. Dissemos que constava como opcional na sessão de lanches. "Ah, é", ele respondeu. Checou nossos lanches três vezes para ter certeza que tinha anotado certo. Ele deve saber que é Zé. Ponto positivo para ele. Antes de fazer o meu pedido, tinha perguntado sobre os laches vegetarianos, mas ele me disse que ainda não estavam servindo.

Quando estava indo embora perguntei ao dono quando poderia voltar para comer os hambúrgueres de soja e ele disse que já estavam servindo. Enfim, Ribeirão ganhou mais um lugar para comer sandubas por um preço bacana e não a facada no peito do The Fifities, que numa sentada já se foram cem paus e os garçons também deixam muito a desejar. O dono disse que também terá macarrão ao vivo, em breve.

Ah, a Zoe ou o Zoe fica na rua Paulo Tinoco, mas é só descer aquela rua do posto BR, da Presidente Vargas, que vai para o Irajá. Fica um quarteirão da avenida. E tenham paciência com o garçom. Vai valer a pena

3 comentários:

Neto Guido 14 de outubro de 2010 18:22  

Maria, você gosta mesmode comer né! só tem post de larica! Linda mes desculpe, mas o problema não é o Zé e sim o patrão do Zé! Fala pra ele se qusier deou um consultoria de atendimento com especialidade em alimentos e bebidas. Não adianta a boa vontado do Zé, tem que investir no Zé, para ele virar José!
bjs e mta saudades, passei por ribeirão no fds da eleição, mas foi mto rápido, mas deu mta vontade de te ver e a quel e o dênis tbm. bjs

Bibiana Sant´Ana 16 de outubro de 2010 16:26  

Oi Fer, tbm adorei seu blog!
Parabéns, serei sua leitora!!!
beijinhos

Maria Fernanda Ribeiro 17 de outubro de 2010 15:18  

Netão, sou mesmo uma tarada por gastronomia. Acho que só trabalho para gastar com comida e com a academia, para tentar aliviar o peso na consciência.

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista. Ardida. Gosta de livros, música, Mafalda, São Jorge, sorvete, corrida e bicicleta. Canta sozinha na rua e conta helicópteros no céu.

Nosso Cortiço

Um blog para compartilhar aquilo que nem sempre há pessoas para compartilhar.

Outros cortiços

Quem perde tempo comigo