Compartilhem o resultado do meu primeiro pão


Como meu amigo Neto Guido já comentou, este blog está mesmo com cara de um blog de gastronomia, pois a maioria dos posts é sobre comida. Como gosto mesmo deste assunto e invisto boa parte do meu salário com restaurantes e supermercados, Gastronomia, qualquer tipo, será a minha prioridade por aqui. Mas, não se espantem se encontrarem algum desabafo em forma de texto, pois eles continuarão a existir.

Neste post, quero compartilhar com vocês o desastre que foi a minha primeira tentativa com a máquina de fazer pão, da marca Mallory. Após meses, talvez anos, ensaiando a compra - ouvi os prós e os contras de muitas pessoas antes de passar o meu cartão de crédito para a aquisição - encontrei uma boa promoção e mandei ver, já sabendo que mesmo a máquina fazendo tudo sozinha, não seria fácil sair de lá um pão quentinho, saboroso, leve e igual daqueles que a gente encontra na padaria.

Com certeza, eu tive boa parcela de culpa na catástrofe. Errei na temperatura da água e na quantidade da farinha. Sei disso. Foi a primeira vez que usava a máquina e, confesso, também a minha primeira vez tentando fazer um pão. Vou comprar uma balança para nunca mais colocar farinha a mais ou a menos. Os pães que vieram na sequência até que estavam comíveis, mas nada muito espetacular. Mas já vale pela sensação de ter um pão caseiro em casa para comer a hora que for.  Já pedi umas dicas para quem tem a máquina e sabe bem como deixá-lo do jeito ideal. Assim vou melhorando a cada tentativa. Da primeira vez, o resultado foi parar no lixo após quatro longas horas de espera. Ficou cru, sobrou farinha, não cresceu. Ri.

6 comentários:

Fran 25 de outubro de 2010 22:06  

Vamos falar de coisas boas? O negócio é fazer iogurte na Iogurteira Top Therm.

Luís Fernando 26 de outubro de 2010 10:58  

Putz, mano! Acho que não precisa de balança não. Um copo medidor já dá.

Maria Fernanda Ribeiro 26 de outubro de 2010 12:10  

Isso que você viu na foto foi com o copo medidor (de ml e não gramas... hahahah!). Mas o pão que fiz ontem já ficou com cara de caseiro. Acho que manjei.

Luís Fernando 26 de outubro de 2010 18:34  

Pô! Tem que trazer pra redação!

Bibiana Sant´Ana 27 de outubro de 2010 19:13  

Fer, mesmo assim está lindo...
fiquei até com fome.
bj

JOBA 4 de novembro de 2010 12:25  

eu acho que vc tinha que convidar seus amigos pra uma sessão gourmet. rs.

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista. Ardida. Gosta de livros, música, Mafalda, São Jorge, sorvete, corrida e bicicleta. Canta sozinha na rua e conta helicópteros no céu.

Nosso Cortiço

Um blog para compartilhar aquilo que nem sempre há pessoas para compartilhar.

Outros cortiços

Quem perde tempo comigo